quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Mato Grosso do Sul inicia colheita recorde que deve render R$ 5,5 bi

Reportagem na edição desta quarta-feira (22) do jornal Correio do Estado mostra que a safra sul-mato-grossense de soja, que inicia novo período de colheita, deve movimentar, neste ano, R$ 5,5 bilhões.

A produção, novamente recorde, está estimada em 6,1 milhões de toneladas, conforme dados do Sistema de Informações Geográficas do Agronegócio (Siga), desenvolvido pela Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS) e Federação de Agricultura de Mato Grosso do Sul (Famasul). Na tarde de ontem, essas entidades lançaram oficialmente a colheita do grão no Estado. O evento ocorreu na Estância Cláudia em Campo Grande.A falta de chuva na região sul do Estado reduziu em 300 mil toneladas a expectativa inicial de 6,4 milhões de toneladas, conforme números do Siga. Mesmo com essa queda, a colheita do grão continua recorde, com avanço de 5,2% sobre o volume de 5,8 milhões de toneladas da safra anterior.

A área cresceu 10%, de 2 milhões de hectares para 2,2 milhões de hectares, a maior da história de Mato Grosso do Sul – conforme a série histórica da Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), o recorde, até então, fora da safra 2004/2005, de 2,03 milhões de hectares. A reportagem é de Osvaldo Júnior.

Fonte:CORREIO DO ESTADO

Siga IMOVEI$ RURAI$ OPORTUNIDADE$ & NEGÓCIO$ no twitter->@jlmmattos

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Tem baixa procura crédito do BB para armazenagem.

O gerente executivo de agronegócios do Banco do Brasil, Gunther Knak, disse nesta terça-feira (14/01), durante o lançamento do Rally da Safra 2014, em São Paulo, que ainda é tímida a demanda dos produtores pela linha de crédito de R$ 5 bilhões disponibilizada para armazenagem no ciclo 2013/14, iniciado em julho passado.; é o que afirmou o conteúdo da matéria do GLOBO RURAL de ontem.


Confira o conteúdo da matéria na íntegra->http://revistagloborural.globo.com/Noticias/Infraestrutura-e-Logistica/noticia/2014/01/credito-do-bb-para-armazenagem-tem-baixa-procura.html

Siga IMOVEI$ RURAI$ OPORTUNIDADE$ & NEGÓCIO$ no twitter->@jlmmattos

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Frigoríficos aumentaram a especulação em algumas praças



Compradores sul-mato-grossenses ofertam R$106,00/@, à vista, simultaneamente com negócios por R$100,00/@, à vista, são realizados. Mesmo assim, o preço de referência estabilizou no estado.

Com baixa oferta de boiadas, as altas de preços permanecem. Em praças onde as escalas de abate realizadas antes das festas de fim de ano foram minímas, os preços tiveram reajustes.

Confiras as cotações agropecuárias segundo a Acrissul:

Cotações - MS

R$ 105,50Boi gordo
R$ 830,31Bezerro à vista
R$ 99,50Vaca gorda



Indicadores segundo o CEPEA(Centro de estudos avançados em economia aplicada):
Acesse=>(http://cepea.esalq.usp.br/boi/)

Siga IMOVEI$ RURAI$ OPORTUNIDADE$ & NEGÓCIO$ no twitter->@jlmmattos